Board index Joy of Satan Portugues Genocídio Branco na África do Sul

Genocídio Branco na África do Sul

JoSportuguese – Joy of Satan em Português


Este grupo é para falantes de língua portuguesa que desejam estabelecer um relacionamento com Satan e discutir Satanismo Espiritual de forma séria.

Nós acreditamos que Satan e seus Demônios são seres reais. Seu tu és Satanista filosófico ou crê de outra forma, não tentes empurrar vossa crença aqui.

Pessoas que simpatizem com e/ou apoiem os inimigos de Satan (judeus, cristãos e muçulmanos) serão BANIDAS!

Blasfêmia contra Satan e/ou seus Demônios não será tolerada!

Se tu acreditas que Satan e seus Demônios são malignos, este grupo não é para ti, procure outro.

Não tentes empurrar crença Wiccana ou outros credos não-satânicos aqui.

Não tentes promover indivíduos, grupos ou organizações que atacam o Joy of Satan. Suas postagens serão apagadas e tu serás banido.

Qualquer um que promova qualquer coisa ilegal será banido, salvo Nacional-Socialismo e Revisionismo Histórico se estes forem criminalizados em vosso país.

Por favor, seja educado. Provocações não serão toleradas.

http://portugues.bucurialuisatan.com

http://expondocomunismo.bucurialuisatan.com

http://thirdsexthulesociety.weebly.com/portugues.html

http://ssbiblioteca.webs.com

Sumo-Sacerdotisa Myla Limlal

Moderators: Egon, High Priestess Myla Limlal666


Post Sat Nov 21, 2015 11:28 pm

Posts: 2741
Location: Internet — "The cradle of 21st century White Supremacy"

        Genocídio Branco na África do Sul

Traduzido do site abaixo sem as fotos, apenas os links delas, para as pessoas sensíveis poderem ler.
NÃO ABRA-O se tu és sensível. http://incogman.net/2010/03/i-killed-them-because-they-were-white

“Eu matei-os porque eles eram brancos”
Postado em 13 de março de 2010 por INCOG MAN

Image
Esboço policial da menina desconhecida Branco, horrivelmente queimada até a morte por negros na África do Sul. Ela ainda estava viva quando os bastardos negros incendiaram-na. Olhe para ela: Esta poderia ser a sua própria esposa ou filha!

SE TU ÉS NOVO a este sítio e, como muitos brancos de hoje, perguntando o que está a acontecer agora na América (bem como na Europa), então eu lhe pergunto com toda honestidade, o que pensas que está a acontecer lá na África do Sul (e no Zimbabwe também) quando se trata de pessoas brancas? Os grande media estão a manter um silêncio mortal sobre qualquer coisa, uma vez que eles sabem que se os americanos brancos tenham qualquer informação directa, eles certamente começarão a questionar todo o negócio do “Politicamente Correto”.

“Bem, o que tudo isso tem a ver comigo?” Tu podes te perguntar. Muito! Além de qualquer último vestígio de humanidade que tu ainda podes manter para os membros de tua próprio raça – depois de todas as ladainhas de “culpa branca” incutidas pela imprensa judaica – o que está a acontecer na África do Sul está vindo em tua direção, se não já tiver. Achas que é tão impossível? Pergunte as sombras de Channon Christian e Christopher Newsom, estuprados coletivamente e torturados até a morte em Knoxville, Tennessee.

O que tu achas que a verdadeira estrutura de poder fez para a América nos últimos 50 anos? Que tal os últimos 10? Nossa raça foi propositadamente e gradualmente enfraqueida; nossos cérebros estão agora em conserva por um contínuo pinga-pinga de propaganda multicultural, enquanto, ao mesmo tempo eles estão a exportar nossos postos de trabalho e a encher nossos países com o lixo do planeta!

O genocídio silencioso dos brancos na África do Sul

Image

Esses tipos de assassinatos não são uma ocorréncia aleatória ou patológica. De jeito nenhum. Mais de 68.000 pessoas brancas foram cruelmente assassinadas desde o fim do Apartheid. Proporcionalmente, seria como centenas de milhares nos EUA (ou Brasil). Uma maneira de colocar tudo em perspectiva é imaginar viver em um estado americano que teve esses tipos de crime brutal especificamente dirigidos à sua raça, o que tu achas? Será que tu ainda manterias a boca fechada e só veria mais absurdo na TV judaica, esperando que isso nunca aconteça contigo ou teus entes queridos?

Se a situação fosse das raças invertidas em qualquer disso, veríamos os media liberal e negros nas ruas a gritarem “assassinato sangrento” vinte e quatro horas seguidas. Porra, eles estariam exigindo que invadissem o país!

Além disso, toda esta situação deve ser uma chamada de despertar para a raça Branca sobre como essas pessoas realmente são, como elas agem, uma vez que ganham poder político real sobre nós. Por exemplo: negros sul-africanos realizam reuniões políticas onde eles literalmente cantam “Matem os Boers (colonos brancos)! Matem os agricultores!” Julius Malima, o presidente da Liga da Juventude do Partido da África do Sul, a ANC, realizou recentemente um comício ao ar livre para milhares de estudantes negros da Universidade de Joanesburgo onde liderou a multidão cantando o mesmo. Os brancos tentaram processar o evento por crimes de ódio, mas o presidente Jacob Zuma suportou Malima, e os brancos só tiveram de perder tempo por parte do governo de maioria negra. Eles não se importam!

Os negros na África do Sul são abertamente racistas contra os brancos. Quanto mais tu estudas o assunto, mais se fica chateado com todos aqueles liberais de Hollywood que andam por aí beijando a bunda de Nelson Mandela e segurando telefones de telethons para arrecadar mais dinheiro para os negros, como fizeram para o Haiti recentemente. Será que eles sequer pensam em fazer tudo isso para os sobreviventes no recente terremoto no Chile? Não está na moda ajudar brancos.

Brancos na África do Sul não estão apenas a serem violentamente assassinados, mas também estão a serem demitidos de empregos para abrir caminho para os negros, e eles acabam vivendo em favelas. Enquanto isso, a infra-estrutura do país está caindo aos pedaços, apagões e deterioração urbana são comuns, a corrupção é desenfreada. A África do Sul está descendo rapidamente ao nível de uma nação típica Africana.

O chefe político da ANC e actual presidente da África do Sul é um polígamo com 5 mulheres e tem muitos filhos com outras mulheres. Certa vez, ele foi julgado por violar uma mulher HIV-positiva mas, não surpreendentemente, absolvido, forçando o acusador a fugir do país para salvar sua vida. A antiga União Soviética treinou-o em táticas militares de inteligência e subversão. Este bastardo corrupto tem mais de 750 acusações apresentadas contra ele até agora, mas permanece incólume.

Esse tipo de pessoa é a representação da estrutura de poder sul-africana, do mais alto escalão até o polícia na rua. Corrupta e muitas vezes anti-branca. As pessoas brancas frequentemente não veem justiça, às vezes a polícia nem sequer aparece para a cena de um crime por horas. No ano passado, um homem branco foi colocado na mira de uma arma enquanto os policias negros se revezaram violentando sua esposa. Simplesmente relatar um crime coloca brancos em grave perigo pela polícia.

Os homens brancos presos muitas vezes enfrentam estupro coletivo nas mãos de prisioneiros negros, organizados pelos polícias negros!

E brancos em todos os lugares do país podem acabar-se como vítimas, e não apenas os agricultores em áreas rurais remotas (o número real de mortos brancos é ainda maior). Uma das coisas mais comuns de se notar nos bairros da cidade são todas as enormes precauções de segurança tomadas por famílias brancas. As casas são como fortalezas: paredes altas com arame farpado com vidro quebrado, holofotes e cães de guarda. Criminosos negros usam marcadores e símbolos de spray pintados nas paredes para alertar outros negros sobre as defesas e potencial de crime da residência.

Gente, estes Bôeres sul-africanos, ou Afrikaners, são pessoas brancas como tu e eu. Eles podem falar uma língua diferente, mas eles são nossos irmãos. Além disso, os brancos não costumam se comportar assim – nunca o fizeram. Independentemente do que a organização judaica SPLC tenta dizer e todas as antigas fotos de cem anos atrás, eles infinitamente jogam o hogo do “History” Channel. É tudo para incutir culpa-branca para a estrutura de poder real transformar nossos países em estados escravistas rentáveis de terceiro mundo.

A partir de um artigo sobre um caso de julgamento do Sul Africano para um dos poucos animais crioulos trazidos à justiça:

“Eu matei-os porque eles eram brancos.” Estas palavras famosas foram ditas no ano passado por William Kekana, que participou de um dos incidentes mais horrendos, em que toda a família do Sr. Clifford Rawstorne foi exterminada, que consiste em sua noiva, bebé, bem como sua própria mãe. Mesmo este massacre de uma família inteira não teria feito manchetes, se não fosse o facto de que a bebé de um ano de idade, Kayla, fosse executada em seu primeiro aniversário com um tiro na cabeça. Desnecessário seria dizer que as duas mulheres adultas foram estupradas antes de serem mortas.

Leia esse parágrafo novamente e pense profundamente sobre o tipo de animal que iria atirar nem bebé de um ano na cabeça. E foi em seu primeiro aniversário! Estes animais imundos têm pouco ou nenhum escrúpulo em fazer as coisas assim (algum negro fez isso com um bebé negro na minha “região de notícias” apenas um par de anos atrás).

Essas “pessoas” também se divertem um pouco antes que elas matem suas vítimas brancas, por violá-las e torturá-las. Imagine que de repente encontrar-se nas mãos de tais animais sem qualquer meio para se defender?

O que vocês não sofrem, povo branco, para não sair a chorar? Olhe para estas fotos de brancos vitimizados: (NÃO clique se tu és sensível)
http://incogman.net/wp-content/uploads/2010/03/THE-SURVIVORS-II.jpg

Os sobreviventes. Estes brancos sul-africano chegaram perto de perder as suas vidas nas mãos de animais brutais odiadores de brancos:
Image

Os mortos. A última coisa que essas pessoas brancas experimentaram antes que seu mundo ficasse negro para sempre, eram animais brutais a baterem, estuprarem, apunhalarem, atiraram ou até mesmo queimarem-os vivos. Este é apenas algumas das vítimas brancas.

Um vislumbre do INFERNO que essas pessoas sofreram antes da morte:

(NÃO clique se tu és sensível)
http://incogman.net/wp-content/uploads/2010/03/VICTIM-BATHTUB.jpg
O homem branco idoso com sua cabeça esmagada até afundar e despejado em sua própria banheira como um saco de lixo por assassinos pretos.

(NÃO clique se tu és sensível)
http://incogman.net/wp-content/uploads/2010/03/THE-DEAD-2-HORRIBLE.jpg
Brancos horrivelmente vitimizados por seus assassinos negros insanamente maus: 1) Mulher estuprada que teve a garganta cortada em sua própria cama. 2) Mulher estuprada coletivamente, pendurada pelos pés e eviscerada como um peixe. 3) Mulher estuprada coletivamente, fatiada e finalmente morta por um cabo de vassoura atolada em seu corpo pela sua vagina. 4) Menino pequeno literalmente espancado até a morte contra uma parede. 5) Mulher branca idosa morto com uma garrafa quebrada atolado pelo seu ânus (censurei porque é grotesco demais). Podes acreditar nesta merda?

(NÃO clique se tu és sensível)
http://incogman.net/wp-content/uploads/2010/03/NEW-SA-MURDER-MONTAGE.jpg
Os negros na África do Sul são tão doentios, eles ainda acreditam em uma forma de feitiçaria maligna chamada “Muti”. A adolescente, Anika Smits ficou de licença da escola em casa porque ela estava doente e negros invadiram a casa, a violaram coletivamente e depois cortaram-lhe os antebraços enquanto ela ainda estava viva. Eles queriam suas mãos para porcarias de vodu. Ela sangrou até a morte e seu pai descobriu seu corpo quando ele chegou em casa do trabalho. A criança negra mutilada na foto acima, à direita, foi descoberta na cabana de uma bruxa pela polícia. No canto inferior direito, é uma foto dos dedos do pé de um bebé branco embrulhado por uma empregada preta com cordões roubados feitos com o cabelo da mãe, para que pudessem cair e fazer deles alguns amuletos. DOENTE!

A imprensa judaica na América nunca informou sobre nada disso. Por quê? Simplificando: eles não querem que brancos fiquem espertos, é por isso. Eles definitivamente não querem que a gente fique com raiva e comece a exigir respostas. Já é ruim o suficiente com toda a exploração e as guerras que eles tem em curso.

E pense um minuto aqui: por que eles transmitem notícias constantemente sobre assassinos brancos na América; alguns deles nem sequer presos ou ao menos seus corpos encontrados? Como a mulher do desaparecida do xerife, do caso Caylee Anthony, ou este recente pervertido branco chamado Gardner na Califórnia, de quem eles suspeitam de matar duas meninas jovens. A mídia galopa sobre estes crimes, mas de alguma forma não consegue encontrar qualquer momento para tomar providências sobre crimes contra os brancos, não importa o quão horrível!

Compare e contraste este tratamento da imprensa sobre criminosos brancos com o que realmente está a ocorrer, não só na África do Sul, mas na América, Canadá, Grã-Bretanha e todas as nossas nações outrora brancas (ou os escândalos de “racistas” em Portugal e Brasil, que são cruficicados, por assim dizer, muitas vezes só por causa de uma palavra!).

Já está chateado?

Quem é responsável por trazer todo esse horror para as pessoas brancas da África do Sul e países ocidentais como os Estados Unidos?

Image
Winnie e Nelson Mandela com seu chefe, o marxista judeu Joe Slovo.

O Judeu Internacional e os seus meios de comunicação liberais, esses que são os responsáveis.

A partir de ativismo pelos direitos civis, o marxismo, a lavagem cerebral dos meios de comunicação e a imigração de não-brancos, o judeu sempre esteve na frente e no centro da destruição do povo branco. A África do Sul é apenas um vislumbre do que essas pessoas estão a transformar a América ou qualquer país Branco neste quesito.

Se tu és velho o suficiente, no final dos anos 1980, tu certamente vais te lembrar da campanha de propaganda sem parar da imprensa contra Brancos e contra o Apartheid na África do Sul. Engraçado, como esta mesma mídia hipocritamente e completamente ignora o Apartheid acontecendo em Israel contra os palestinos, ou o racismo abertamente judaico contra os poucos etíopes negros ainda vivendo em Israel depois de serem cortejado para ir lá na década de 1970 sob o pretexto de que eles tinham sangue judeu (a Rainha de Bath-Sebá e porcaria liberal judaica).

O Judeu Internacional trabalhou durante anos para derrubar os brancos na África do Sul, e conseguiram. Os brancos são uma minoria impotente agora, constantemente à mercê de serem vitimados por bandos de criminosos pretos. Brancos estão sendo transformados em mendigos e favelados, e demitidos de empregos para abrir caminho para negros.

Os judeus na África do Sul nunca veem essa discriminação e mantêm seus empregos, porque eles servem como os “rostos brancos” para qualquer daqueles demasiado estúpidos para não saber o que está acontecendo.

Judeus são até autorizados a imigrar da África do Sul para os EUA (nunca que esses hipócritas vão mudar para outro país africano), enquanto Brancos bôeres sul-africanos, quase invariavelmente não podem. Brancos sul-africanos que vão para os EUA ilegalmente, muitas vezes são deportados, mesmo quando há crianças envolvidas.

Tudo isto está a vir para a América e Europa. Já começou!

Ler também:
O suicídio coletivo forçado da Europa
topic11914.html

A verdade sobre o Apartheid
topic1126.html

Citação da Suma Sacerdotisa Zildar Raasi sobre a situação actual na África do Sul:

Isso é muito evidente aqui na África do Sul. A maioria das pessoas nem sequer estão conscientes do que está a acontecer e como os homens, mulheres e crianças brancas estão a ser alvos de estupro e assassinato em grandes números, já que isso nunca faz notícia. Porque será? Mesmo havendo uma epidemia de assassinato de brancos sul-africanos agricultores, que estão sendo assassinados por nenhuma outra razão fora o facto de que eles são brancos. Suas casas são vandalizados com frases como “Matêm os boeres!” ou “Nós estamos indo a ti, branquelos!”, e outras coisas pejorativas. Tu jamais verás isso nos jornais. Tu só vais saber sobre isso se tu tens uma mente própria e estás ciente do que está a acontecer em torno de ti, ou se estás conectado diretamente a uma das vítimas.

Há casos em que famílias inteiras, incluindo avós e os netos, são emboscados, mantidos como reféns na mira de uma arma em suas próprias casas, enquanto as mães e filhas são estupradas antes que todos sejam brutalmente assassinados. Em um caso, eles amarraram o marido e fizeram-no assistir enquanto violavam sua esposa e filha. Eles então provocaram-os antes de fugir da propriedade dizendo que eles estavam vindo de volta em poucos dias para assassiná-los. Em outro caso, eles invadiram a casa de uma mulher idosa e seu amigo, amarraram-nos, ferveram água na chaleira e, em seguida, despejaram a água fervendo em cima de suas costas. Em muitos destes casos, versos da bíblia, crucifixos e outros lixos cristãos foram deixados para trás na cena do crime pelos assassinos, cobertos de sangue. Adivinhe. Este é exatamente o lugar do cristianismo, a porra de uma cena de assassinato.

Isso inclui pessoas tão idosas quanto 95 anos e tão jovens quanto 6 meses! Bebés foram esfaqueados até a morte. Isto deveria fazer notícia de primeira página, mas nem ao menos faz parte do jornal!

Lembro-me tempo atrás nas palestras sobre Investigação Criminal, fomos convidados a apresentar temas que considerávamos importantes e que deviam receber alta prioridade de foco para aplicação da lei. Um número de nós trouxe o assassinato de agricultores brancos que estão a ficar cada vez piores. Fomos rapidamente silenciados. Na semana seguinte, eles trouxeram uma equipa destes tipos de marxistas chorões e outros idiotas para nos dar um discurso sobre “Racismo Branco” e sobre como era racista para falar sobre a epidemia de assassinato de agricultores brancos, como isso na verdade não era um problema importante tão importante, por que não deveríamos estar preocupados com isso e como aqueles que promovem a conscientização sobre esta questão são “neo-nazistas”, como eles chamavam. Eles interromperam seu discursinho com imagens da suástica, a antiga bandeira do Apartheid e tal. Pode-se ver como eles estavam tentando assustar as pessoas para longe do assunto.

Isso é o quanto a justiça aqui se preocupa com vidas brancas. É o mesmo em todo o mundo, é racista se preocupar com vidas brancas.

Todos os gentios precisam acordar de vez e parar de levar a cabo o trabalho sujo dos judeus.

Viva o Pai Satan!!
Viva Belzebu!!
Viva Lilith!!

Heil Hitler!!
Heil Heinrich Himmler!!

-Suma Sacerdotisa Zildar Raasi

Post Wed Jul 13, 2016 2:22 pm

Posts: 2741
Location: Internet — "The cradle of 21st century White Supremacy"

Apoie o Projecto Alívio Para as Famílias Sul-Africanas: http://www.safrpsa.org

Os refugiados que ninguém quer
by Steve Goode • February 26, 2016 • 62 Comments

http://whitegenocideproject.com/the-refugees-no-one-wants

Image

Na África do Sul, Bôeres Brancos são forçados a viver em favelas, porque a era pós-Nelson Mandela não é tão “arco-íris” como foi prometido.

Por mais de uma década, leis estão em vigor que deliberadamente colocam Brancos em grande desvantagem quando se procura por trabalho. 400 mil sul-africanos Brancos vivem agora na pobreza, quase um em cada dez.

Sul-africanos brancos que têm a sorte de encontrar trabalho, devem se preocupar em ser estuprados, torturados e assassinados se eles trabalharem em fazendas.

As coisas estão tão ruins que um candidato presidencial teve que prometer “nunca haverá um Genocídio Branco sob o nosso governo.”

Este acampamento em particular está em Munsieville, perto de Joanesburgo. Há quase mais 80 campos cheios de Brancos marginalizados no país.

Image

Image

Eles querem sair, mas a maioria não pode pagar, e poucos países estão dispostos a tomar mais do que um punhado. Tu não vais ouvir sobre esses verdadeiros refugiados na TV, porque eles são Brancos.

Os meios de comunicação não vão documentar o sofrimento e assassinato genocida nas fazendas dos sul-africanos Brancos, porque isso não se encaixa à sua narrativa.

As pessoas brancas são supostamente os opressores que detêm todo o poder, e nós somos desagradáveis, mas também porque não queremos que nossos países se tornem nações “arco-íris”... Como a nação “arco-íris” África do Sul supostamente é.

Os nossos próprios governos e as classes dominantes estão a tentar trazer o “arco-íris” por mover milhões de não-brancos em todos os países de maioria Branca sobre a face do planeta.

Não é “diversidade” se eliminares uma raça de pessoas, é genocídio. Isto é Genocídio Branco porque nós, povos Brancos, somos os únicos que perderemos nossos países.


Return to Joy of Satan Portugues